Maraú inicia retirada de óleo do município

    Com informações do A Tarde

    Quatro caminhões com resíduos da poluição de petróleo recolhidos nas praias de Maraú, 422 km de Salvador, deixaram, nesta quarta-feira (13). Até o início da próxima semana, todas as cerca de 50 toneladas que estavam no depósito provisório do município, serão retiradas segundo uma programação do estado que já recolheu cerca de 1,1 milhão de toneladas nos municípios atingidos, começando a coleta pelo litoral Norte.

    De acordo com o secretário de Meio Ambiente de Maraú, Valdemir Lisboa, o trabalho é executado pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) em parceria com a Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), que está disponibilizando os caminhões muncks. Ele destacou que o recolhimento ocorreu em boa hora, porque a maioria dos municípios não tem um lugar adequado para este tipo de material, “e por isso é tão importante este trabalho de recolhimento e destinação destes resíduos”.

    Conforme o secretário, na terça e quarta-feira alguns fragmentos reapareceram nas praias do município e foram recolhidos pelas equipes de plantão. “Cada vez que chegam resíduos, estão vindo menos”, comemorou Lisboa lembrando que a alta estação das praias está só começando.

    “Os resíduos oleosos estão sendo destinados para empresas especializadas em armazenamento e destinação final, minimizando um dos impactos graves originados pelo vazamento de óleo que atingiu o litoral baiano”, segundo nota do Inema.

    No litoral baiano outro município atingido novamente pela poluição foi Cairu, onde a praia de Garapuá apresentou registro de óleo na manhã de ontem. Segundo a administração municipal mais de 50 servidores estão mobilizados no monitoramento e limpeza da costa do arquipélago.

    Em 75 dias de poluição da costa brasileira pelo material de origem e quantidade ainda desconhecida, 10 estados foram afetados, sendo os nove no Nordeste e o Espírito Santo. Até ontem foram 546 localidades, entre praias, rios e mangues dos 112 municípios atingidos.

    Comentários

    comentários