Governo e Arquidiocese firmam parceria para conservar patrimônio histórico

(Foto: Daniel Meira)

O Governo do Estado e a Arquidiocese de São Salvador assinaram um protocolo de intenções, nesta segunda-feira (2), para identificar imóveis históricos da igreja católica que possam integrar o Revive Bahia e criar uma rota turística, cultural e religiosa. A parceria, firmada em visita ao Convento da Lapa, também visa apoiar a criação de um Centro de Restauro e Conservação, com capacitação de jovens restauradores.

A ideia, explicou o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, é fomentar o desenvolvimento de uma cultura preventiva de manutenção e conservação do patrimônio histórico baiano, integrando também turismo e cultura. “Espero que o nosso Revive tenha o mesmo sucesso que o Revive de Portugal. Precisamos apostar na juventude, pois ela é responsável por reparar o que gerações mais antigas não fizeram pela preservação do patrimônio histórico baiano”, afirmou.

O arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, destacou que a capital baiana “tem uma riqueza religiosa, cultural e gastronômica que a cidade não conhece. Aqui é a história. Temos que criar uma mentalidade de preservação e valorização do nosso patrimônio. Precisamos para isso unir igreja, governo e iniciativa privada”.

 

Comentários

comentários