Rede hoteleira de Salvador tem ocupação média de 95% no Carnaval

Foto: Ascom/Setur

A rede hoteleira de Salvador registrou uma média de ocupação de 95% no período do Carnaval. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Seção Bahia (Abih-BA). “A ocupação do Carnaval, normalmente, é muito alta, mas, em relação ao ano passado, temos observado um crescimento entre 2% a 3%. Os hotéis cheios são um reflexo de que os turistas estão procurando Salvador realmente, não só no Carnaval, mas no verão como um todo. A folia é como se fosse um ápice dessa ocupação”, diz Luciano Lopes, presidente da entidade.

As regiões de destaque são os bairros próximos aos circuitos da folia, onde muitos hotéis operam com capacidade máxima.”Foi um carnaval excelente, tanto na capital quanto no interior do estado, que também teve ocupação acima dos 90%. Recebemos mais de dois milhões de visitantes no estado. Esses números são muito positivos para o período, resultado do trabalho que o Governo do Estado tem feito nos principais polos emissores de turistas. Mas também estamos estimulando a atração de visitantes o ano inteiro, com um modelo de trabalho intensivo”, destaca o secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco.

Para atender a demanda de turistas no período, mais de 400 voos extras foram disponibilizados pelas companhias aéreas para os principais destinos carnavalescos da Bahia, com destaque para Salvador e Porto Seguro. Já os cruzeiros marítimos trouxeram à capital cerca de 15 mil turistas nos dias de folia. O dia de maior movimento no porto foi na terça-feira (25), com a chegada de três transatlânticos.

Também houve um crescimento em torno de 15% nos bares e restaurantes situados na zona turística da cidade, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes na Bahia (Abrasel-BA). Na Vila Jardim dos Namorados, na Pituba, os donos dos restaurantes comemoram a lotação e o recorde de vendas, contabilizando aumento de mais de 100% durante todos os dias de Carnaval. Grande parte dos frequentadores foi composta por turistas. Na Vila Caramuru, no Rio Vermelho, o pico de movimento ocorreu no final de semana carnavalesco, com alcance de 100% de ocupação das mesas.

Comentários

comentários