Reforma tributária depende do crivo de Bolsonaro, diz líder do governo Da Redação

Fonte:ATarde

O projeto da reforma tributária será apresentada ao presidente Jair Bolsonaro antes da estratégia de tramitação ser levada aos líderes da base do governo. O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), espera discutir com os parlamentares já na segunda-feira, mas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se recupera de uma cirurgia para a retirada de cálculos na bexiga.

“Só será anunciada solução que já tiver passado pelo crivo do presidente e pelos líderes da base do governo, porque isso dá mais previsibilidade de aprovação à matéria”, afirmou o líder do governo, segundo informações do site Poder360.

Barros deu entrevista à imprensa no sábado, 26, junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que defendeu novamente uma desoneração ampla da folha de pagamento. Guedes disse que essa proposta deve ser um dos pilares do texto.

Paulo Guedes disse ainda que a desoneração deve envolver todos os setores da economia. “Isso é bom para todo mundo, não só para os 17 setores”, declarou.

O ministro disse ainda que a desoneração deve envolver todos os setores da economia. “Isso é bom para todo mundo, não só para os 17 setores”, declarou. Guedes destacou que outros pontos-chave está praticamente acertados, incluindo a simplificação de impostos, o aumento da faixa de isenção e a redução de alíquotas.

Fonte:ATarde

Comentários

comentários