CR7 faz dois, Real goleia Almería e vai para Mundial com 20 vitórias seguidas

O Real Madrid vive fase de incertezas: ele inicia um jogo sem saber se vencerá por pouco ou por muito, como foi o caso desta sexta-feira. A abertura da 15ª rodada do Campeonato Espanhol premiou o clube merengue com o seu 20º triunfo consecutivo, sequência que já é recorde no país desde a última terça – o Barcelona de Frank Rijkaard parou em 18 na temporada 2005/2006. A vítima da vez foi o Almería, goleado por 4 a 1 no Juegos Mediterrâneos na “saideira” de Cristiano Ronaldo e companhia. No domingo, o time viajará para o Marrocos, onde disputará o Mundial de Clubes – e seus últimos jogos oficiais em 2014.

Não foi um compromisso fácil, como sugere o placar. O Real apresentou dificuldade para criar chances em boa parte do tempo numa noite em que Gareth Bale, apesar de marcar o segundo gol dos merengues, não teve boa atuação. Isco, com um golaço, abriu o placar – Verza empatou na sequência e ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo, defendido por Casillas. Então surgiu a estrela de Cristiano Ronaldo para fechar o resultado, com dois gols no fim.

O Real persegue agora a marca do Coritiba para escrever seu nome no “Guiness Book”: o Coxa de Marcelo Oliveira conquistou 24 vitórias consecutivas em 2011. Se mantiver o ritmo, o recorde será igualado no dia 10 de janeiro, contra o Espanyol, no Santiago Bernabéu. A campanha tem, por enquanto, 75 gols a favor (média de 3,75 por partida) e dez contra.

Os números do camisa 7 também são assustadores e acompanham o ritmo do time. São 25 gols marcados em 15 rodadas – já seria o suficiente para Cristiano ser o artilheiro da temporada 2003/2004 e 2000/2001, por exemplo, quando Ronaldo Fenômeno e Raúl González terminaram com 24 gols. A meta agora é superar Lionel Messi, recordista com 50 gols na edição de 2011/2012 – o argentino soma 13 gols na edição atual e é o segundo da lista. Restam 23 rodadas.

O Real garantiu também a liderança do Espanhol até o fim do ano. Chegou aos 39 pontos, contra 34 do Barcelona, que enfrentará o Getafe, neste sábado, fora de casa, sem o brasileiro Neymar. O Almería passa por um momento totalmente diferente. É o 19º, com dez pontos, e ainda pode cair para a lanterna caso o Elche pontue na segunda-feira, diante do Deportivo La Coruña (outro na zona de rebaixamento). Juan Ignacio Martínez, que assistiu ao jogo desta sexta nas tribunas do estádio, passará a comandar o time a partir deste sábado.

A equipe treinada por Carlo Ancelotti ainda não sabe quem enfrentará na semifinal de terça-feira. Será contra o Cruz Azul, do México, ou o Sydney Wanderers, da Austrália – os dois decidirão a vaga neste sábado. No outro lado da chave está o San Lorenzo, que aguarda o vencedor de Auckland City, da Nova Zelândia, ou ES Sétif, da Argélia.

Com informações do GloboEsporte.com

Comentários

comentários