Ônibus é incendiado na entrada do Jardim Santo Inácio, em Salvador

Com informações do A Tarde ( Foto: Reprodução)

Um coletivo da Integra OT Trans foi incendiado na manhã desta quinta-feira, 25, na avenida Cardeal Brandão Vilela, na entrada do bairro Jardim Santo Inácio, em Salvador. O crime aconteceu, segundo a Superintendência de Telecomunicações (Stelecom), por volta das 5h30.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para debelar as chamas. Policiais da 48ª e da 49ª companhias independentes da Polícia Militar estão no local. De acordo com a Stelecom, não há registro de feridos.

A polícia investiga se o ataque ao coletivo teria relação com a morte de Geovana Nogueira da Paixão, 11 anos. A criança morreu na manhã desta quarta, 24, após levar um tiro na cabeça.

O disparo teria ocorrido, segundo a família da menina, durante uma operação realizada por policiais do Setor de Inteligência (Soint) da 48ª CIPM (Sussuarana) na Comunidade Paz e Vida, que fica próxima ao local onde o ônibus foi incendido.

Em nota, a Polícia Militar informou que equipes da 48º CIPM faziam um serviço de levantamento na região e, quando entraram na localidade, foram recebidos a tiros. No final do enfrentamento, eles foram chamados por um homem para socorrer a criança, que havia sido baleada.

A família da criança contesta esta versão. Segundo Valdete Maria José de Jesus, 66 anos, um homem saiu de um veículo modelo Gol, de cor preta, e disparou o tiro que atingiu a menina, que aguardava o avô na porta de casa. Ela também afirma que não ocorreu troca de tiros.

A morte de Geovan revoltou a população, que desde quarta realiza protestos na localidade.

Comentários

comentários