Vitória goleia o Ferroviário por 4 a 1 e volta a vencer no Barradão

Com informações do M1 ( Foto: Reprodução)

Tentando vencer a primeira dentro de casa na temporada, o Vitória recebeu nesta quinta-feira (1º) a equipe do Ferroviário, em duelo válido pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Jogando no Barradão, o rubro-negro não teve dificuldades para vencer o adversário. Com gols de Kanu, um no primeiro tempo e outra no segundo, um de Rhayner e outro de Neilton, o Leão da Barra bateu o time cearense por 4 a 1.

A última vitória do time rubro-negro havia sido no ano passado, na reta final da Série A, contra o Palmeiras. O placar deixou o clube isolado na liderança, superando o ABC, que também tem seis pontos, mas levando vantagem no saldo de gols. O Leão volta a jogar no final de semana, desta vez contra o Bahia de Feira pelo Campeonato Baiano. A partida acontece às 16h, no Barradão.

A história do jogo – Superior ao adversário, o Vitória não teve dificuldades para jogar diante do torcedor. O primeiro gol do jogo foi marcado pelo zagueiro Kanu. Neilton cobrou escanteio da direita e o defensor rubro-negro subiu mais que a zaga para testar forte e mandar para a meta defendida pelo goleiro Bruno Colaço. O Ferroviário tentava atacar, mas esbarrava na forte marcação do Leão. As boas chances eram criadas por Neilton, que se revezava com Yago e Bryan na iniciativa das jogadas.

No segundo tempo, a história se repetiu. Com a entrada de Rhayner, o técnico Vagner Mancini complicou a vida do adversário, que se defendia como podia. Em nova cobrança de escanteio na direita, Kanu repetiu o lance do primeiro gol e fez seu segundo na partida. O time da casa continuava a controlar o jogo. A melhor chance veio dos pés de Rhayner. Em boa jogada na área, o meia-atacante armou uma bicicleta, obrigando o arqueiro do rival a fazer uma grande defesa.

Quando a partida encaminhava para um triunfo fácil do Vitória, o Ferroviário diminuiu com Andrei. Em contra-ataque pela esquerda, o atacante cearense invadiu a área a bateu no canto do goleiro Fernando Miguel, que sequer pulou para tentar a defesa. Os visitantes mal comemoraram e logo o Leão tratou de ampliar o marcador. Rhayner aproveitou cruzamento da esquerda e mandou de primeira no canto do goleiro, fazendo o terceiro do Vitória no jogo e o primeiro dele desde que voltou ao clube.

O último gol dos donos da casa foi marcado por Neilton. Após grande partida, o camisa 10 foi coroado com um belo gol, depois de roubar a bola na meia-lua da grande área e mandar no ângulo, sem chances para Bruno Colaço.

Comentários

comentários