Sem sustos, Vitória vence o Globo e avança à 2ª fase da Copa do Brasil

Com informações do A Tarde ( Foto: Reprodução)

Em uma quarta-feira, 7, pré-Carnaval, o Vitória fez a festa no Rio Grande do Norte e bateu o Globo (RN) sem sustos por 2 a 0, avançando para a 2ª fase da Copa do Brasil. Os gols do tranquilo triunfo do Leão foram marcados por Denílson, duas vezes.

O atacante vem se tornando o destaque da equipe ao lado de Neílton nesse início de temporada. Após um golaço do meio de campo no final de semana, contra o Bahia de Feira, o atacante aproveitou as jogadas de Neílton e Rhayner e, como um autêntico centro-avante, só precisou de um toque para fazer os dois gols.

A próxima partida do Leão é ainda no Rio Grande do Norte, contra o ABC no próximo sábado, 10, em duelo válido pela Copa do Nordeste. Na Copa do Brasil, o Vitória espera o vencedor de Corumbaense (MS) e Asa.

O jogo

Parecia um treino de defesa contra ataque. O Vitória dominou o Globo (RN) durante todo o primeiro tempo e, para não dizer que não sofreu, Fernando Miguel defendeu uma cobrança de falta com um pouco de dificuldade. O restante do jogo foi só ataque do Leão, com tabelas e inversões de bola, se mostrando um time muito organizado.

O primeiro gol saiu em uma dessas jogadas. Com passes rápidos, Neílton achou Rhayner na área, que cruzou para Denílson, em excelente fase, apenas empurrar para as redes.

O atacante aumentou a fase artilheira com mais um gol. Após roubada de bola no ataque e jogada de Neílton, a bola sobrou para ele, de novo, marcar e deixar o torcedor Rubro-Negro sem nenhuma saudade de Tréllez e, principalmente, Kieza.

No segundo tempo o ritmo se manteve o mesmo, com o Vitória dominante na partida, mas com menor ímpeto. Ainda que a exibição não foi a mesma da etapa inicial, a superioridade técnica deu ao Leão as melhores chances da partida.

Em duas delas, André Lima acertou a trave de falta e após linda tabela de Neílton e Yago. Uillian Correia também tentou marcar o dele, mas a bola saiu próxima do ângulo do goleiro Rafael. Ao Globo, só restou poucas tentativas de chutes fora da área (só uma na direção do gol) e muitos lançamentos cortados por Kanu.

Comentários

comentários