PF prende José Yunes, amigo e ex-assessor de Temer

    Com informações do Estadão

    A Polícia Federal (PF) prendeu no início da manhã desta quinta-feira (29), em São Paulo, o empresário José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer. A ordem de prisão temporária (cinco dias) é do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. A Polícia Federal informou que, por determinação do STF, “não se manifestará a respeito das diligências realizadas na presente data”.

    Defesa

    O advogado José Luis Oliveira Lima, que defende Yunes, divulgou nota para comentar a prisão do seu cliente. “É inaceitável a prisão de um advogado com mais de 50 anos de advocacia, que sempre que intimidado ou mesmo espontaneamente compareceu à todos os atos para colaborar. Essa prisão ilegal é uma violência contra José Yunes e contra a cidadania”, escreveu.

    Comentários

    comentários