Candeias: Quatro pessoas são presas por extorsão de vagas de emprego

    Quatro pessoas foram presas em flagrante durante uma manifestação, na manhã desta quarta-feira (16), no Porto de Aratu, em Candeias, região metropolitana de Salvador. De acordo com titular da 20ª Delegacia Territorial, Marcos Laranjeira, eles são acusados de ameaçar trabalhadores de empresas localizadas no Porto para obter vagas de emprego. A ação aconteceu por volta das 5h, após os suspeitos interceptarem uma van com trabalhadores na BA-526, na região do Canal de Tráfego. Eles foram autuados por crimes de extorsão e associação criminosa.

    “Munidos de ocorrências anteriores registradas por vítimas de empresa daquela localidade que apontavam esses indivíduos nessa ação delituosa, receberam voz de prisão no momento em que os indivíduos estavam detendo uma van sob grave ameaça, exigindo que o engenheiro de uma das empresas vítima e que o motorista retornasse do local de destino sob pena de não permitirem que essa van adentrasse na empresa, exigindo duas vagas de emprego a pessoas indicadas por esse quatro presos em flagrante ou ser pago o resgaste com cesta básica”, afirmou o delegado, em entrevista a Rádio Baiana FM.

    Um dos manifestantes, Edson Pita, em entrevista a Rádio Baiana FM, explicou que os trabalhadores desempregados estão enfrentando dificuldades em conseguir uma vaga no mercado de trabalho e que as empresas instaladas no local não têm priorizado a contratação de profissionais que moram no município e que a paralisação foi informada à PM e que as pessoas detidas não tem relação com o crime. “As pessoas não são bandidos, são pais de família. Já vem essa investigação há mais de três anos que as empresas que se instalam do Porto de Aratu deixam as pessoas que são da Caroba de fora e traz pessoas de fora já contratadas. A gente gente só quer a nossa oportunidade de trabalho. Existem sim essa vagas no Porto de Aratu. Essas empresas se recusam a colocar as pessoas do distrito e da cidade”, explicou Pita.

     

    Comentários

    comentários