Com time alternativo, Bahia bate o Cerro por 2 a 0 pela Sul-Americana

Com informações do Metro 1 ( Foto: Reprodução)

Recheado de mudanças, o Bahia bateu o time do Atlético Cerro-URU com dois gols no segundo tempo, assegurando o triunfo por 2 a 0 no estádio Roberto Santos, em Pituaçu, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Com a vantagem, o tricolor vai necessitando de apenas um empate para o segundo confronto, marcado para o dia 8 de agosto, no estádio Luis Troccoli, em Montevidéu no Uruguai. Marcaram para o Esquadrão o atacante Gilberto e o meia Régis.

A história do jogo – Com o time recheado de mudanças, o técnico Enderson Moreira apostou uma equipe alternativa para encarar o time Uruguaio. O tricolor não encontrou facilidade, mesmo com o fraco nível do adversário. Somente no primeiro tempo, cinco cartões amarelos foram distribuídos, com direito ao treinador do Cerro sendo expulso ainda na etapa inicial.

Sem muita criatividade, o Bahia apostava nas jogadas conduzidas por Régis e Zé Rafael, mas parava na defesa uruguaia. A melhor chance veio dos pés de Nilton, em voleio de fora da área. Mesmo com o lance plástico, a bola passou raspando, somente ameaçando a meta defendida pelo goleiro Irrazabal.

No segundo tempo, o time passou a atacar mais e foi premiado pela insistência. Em cruzamento de escanteio na direita, Gilberto se livrou da marcação e cabeceou para as redes, colocando o tricolor na frente. O time adversário tentava reagir, mas esbarrou na falta de pontaria dos atacantes. Com o placar em vantagem, o Bahia ganharia com tranquilidade mais um motivo para comemorar em seguida.

Marco Antônio tentou cruzar para área, mas Torres desviou a bola com a mão e o árbitro peruano marcou o pênalti. Régis converteu e fez o segundo do confronto, deixando a situação do tricolor mais tranquila para o restante da partida. A mesma tranquilidade do camisa 20, porém, fez falta ao meia-atacante Zé Rafael, que sofreu um pênalti minutos depois. Ele foi para a cobrança, mas mandou a bola longe da meta, desperdiçando uma chance de ouro de ampliar a vantagem do Bahia nas oitavas de final.

Mesmo com o susto, o Bahia segurou o resultado no ataque e só teve o trabalho de impedir os ataques do Cerro para garantir a vitória em Pituaçu.

Comentários

comentários