‘É preciso investir em educação e na agricultura familiar para fortalecer a Bahia’, diz o deputado estadual Zé Cocá

O programa Baiana no Ar entrevistou, na noite desta quarta-feira (24), o deputado estadual pelo Partido Progressista (PP), Zenildo Brandão Santana, o Zé Cocá. Durante a conversa com o apresentador André Spínola, o político falou sobre os trabalhos realizados na região de Jequié e os planos para representar a Bahia. Eleito deputado pela população com 59.380 votos (0,85% dos válidos), sendo 85% somente da sua região, Cocá recebeu quase 1.300 votos em Salvador.
Como você pretende coordenar o seu mandato?
Eu aprendi que, na vida política, precisamos ter humildade e planejamento. Nos meus dois mandatos, eu administrei a cidade de Lafaiete Coutinho como se faz numa empresa privada, onde todos que trabalham comigo são frequentemente avaliados. Aqueles que levam bons resultados ficam, e os que não, saem.
Quais os projetos para a região de Jequié?
Precisamos incentivar o emprego, mas é necessário um fortalecimento das forças políticas, são quatro deputados eleitos na região e é necessário acabar as divergências de urna. Fortalecer a microrregião, que é pólo da agricultura familiar. Vou trabalhar também para ver todos os municípios com educação de qualidade, assim como foi em Lafaiete Coutinho.
Agora você passa a ser um deputado estadual que vai olhar para todos os 417 municípios da Bahia.
É preciso centralizar um projeto regional e ter um diálogo com toda a base política de fortalecimento do estado.  A educação, a agricultura familiar, que é muito forte na Bahia, é a minha bandeira. Para isso, precisamos trazer as famílias e as igrejas para conversar sobre política e também levar as famílias pra dentro das escolas.
Como você vê as campanhas para presidente da República no cenário nacional?
Não podemos fazer uma política de emoção. Eu não acredito que vamos mudar armando a população como o candidato tem proposto. Eu também não acredito no vendedor de ilusão, todos os  que eu vi, deu errado. Eu acredito numa política de pé no chão. Minha política é de cuidar da família e, como diz o governador Rui Costa, cuidar da população. Mas, todos esses planos precisam de 20 anos de tratamento para que a sociedade venha alcançar uma mudança.

Comentários

comentários