Homicida morre em troca de tiros com policiais em Feira de Santana

Foto: Divulgação- SSP?BA

Autor e mandante de inúmeros homicídios ocorridos, no bairro do Aviário, em Feira de Santana, Gleidson Bruno Tales Moura, 23 anos, morreu durante uma troca de tiros com  policiais da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (25). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), Gueu, como era conhecido, tentou fugir ao avistar as guarnições. Houve perseguição e confronto. Atingido e socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade, não resistiu aos ferimentos.

Com ele foram encontradas uma pistola 9 mm (uso restrito), marca Taurus, um carregador, dez munições, onze cartuchos calibre 380, uma balança de precisão, pequena quantidade de maconha a granel, duas pedras médias de crack e a quantia de R$ 104,50. Além do envolvimento com as mortes ocorridas no bairro, Gueu também participava ativamente do tráfico de drogas na região.

“Ele integrava a lista dos mais procurados de Feira de Santana, responsável por um grande número de mortes no Aviário. Sempre envolvido ou com o mando ou com a execução de rivais”, explicou o coronel Luziel Andrade, comandante do Policiamento Regional Leste. Ainda segundo o oficial, o policiamento no bairro foi reforçado com unidades especializadas, entre elas as Rondas Especiais (Rondesp) Leste e o Esquadrão Asa Branca, após a queima de um ônibus.

De acordo com titular da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Feira de Santana), delegado Roberto Leal, só nos últimos quatro meses, quatro mortes são atribuídas a Gueu. Entre as vítimas estão Wilson Silca dos Santos, César José Lopes da Silva, Bruno dos Santos Bomfim e Cosme Souza de Oliveira. “Ele também acumula, em menos de um ano, duas passagens por tráfico de drogas”, finalizou.

Comentários

comentários