Camaçari: Homem é morto e outros dois presos em operação em Vilas de Abrantes

Com informações do A Tarde/Foto: DIvulgação

Um homem morreu e outros dois foram presos em mais uma fase da Operação Conhecer, Operar e Aproximar (COA), realizada nesta quinta-feira, 8, em Vila de Abrantes, na cidade de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), divulgadas nesta sexta (9), durante a ação, os policiais foram recebidos a tiros por oito suspeitos de tráfico de drogas quando chegaram em um imóvel usado para esconder entorpecentes na localidade conhecida como “Mutirão”.

Após uma perseguição, realizada por equipes táticas do Centro de Operações Especiais (COE), Wenerson de Jesus da Silva, 24 anos, conhecido como “Sinho”, foi baleado. Ele, que é apontado como gerente da quadrilha, foi encaminhado ao Hospital Menandro de Faria, mas não resistiu aos ferimentos.

Suspeitos presos 

Outros dois homens, apontados como comparsas de Wenerson, foram presos em flagrante. São eles: Caile Gomes Santos, 18 anos, e Mateus Souza da Silva, 19 anos. Este último,  apelidado de “Toso”, seria o braço direito do homem morto na ação.

Segundo a polícia, foram apreendidos uma pistola austríaca calibre 9mm (de uso restrito), munições, roupas camufladas, carregador, celulares e R$ 1 mil em espécie.  Os suspeitos e o material apreendido foram levados à 26ª DT (Vila de Abrantes).

De acordo com o delegado André Viana, coordenador da COE, “a operação COA visita mensalmente bairros e localidades com indicativo de presença do tráfico”.

Cães policiais 

Durante a operação, três cães da COE – Funk e Jade (da raça Cocker Spaniel) e Laika (Labrador) – conseguiram localizar 7 kg de pasta base de cocaína e maconha. O entorpecente estava escondido no imóvel usado pelos suspeitos e é avaliado em R$ 70 mil.

Comentários

comentários