Operação contra “gatos” de água flagra estabelecimentos em Simões Filho

    Foto: Divulgação

    Dois imóveis, no centro da cidade e no bairro CIA 1, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, foram flagrados com ligação clandestina de água. A ação contou com apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica e foi realizada nesta quarta-feira (14).

    De acordo com a Embasa, técnicos constataram que havia um gato de água que abastecia um prédio com uma escola de idiomas, uma residência e mais duas lojas, Na rua Altamirando de Araújo Ramos, no centro. O imóvel estava com débito de cerca de R$ 5 mil. Já no bairro CIA 1, a fiscalização descobriu uma fraude abastecendo um prédio onde funcionam uma churrascaria e um restaurante, com débito de água de R$ 87 mil.

    Os responsáveis pelos imóveis não foram encontrados no momento da ação, mas serão chamados a prestar esclarecimentos na 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho, durante o inquérito policial. O furto de água é qualificado como crime contra o patrimônio, de acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cujo parágrafo 3º, ao tratar de furtos, equipara “à coisa móvel a energia elétrica ou qualquer outra que tenha valor econômico”. A pena prevista na lei é reclusão de um a quatro anos e multa.

    Comentários

    comentários