Processo contra Lúcio Vieira Lima no Conselho de Ética pode ser arquivado

Com informações do BN

O processo disciplinar no Conselho de Ética da Câmara contra o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) pode ser arquivado. A representação contra o emedebista, que está parada desde junho, foi feita pelo PSOL e pela Rede.

Segundo o G1, considerando os prazos legais, não deverá haver tempo hábil para concluir o processo até o recesso parlamentar, que tem início oficialmente a partir de 23 de dezembro.

Lúcio Vieira Lima, que não conseguiu ser reeleito, responde por suposta quebra de decoro parlamentar no caso dos R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal em um apartamento de Salvador.

Comentários

comentários