Deputado estadual eleito pode deixar legenda

O deputado estadual eleito, Paulo Câmara (PSDB), não descartou a possibilidade de deixar o partido em 2019. Segundo o atual vereador de Salvador, o desgaste da legenda na esfera nacional contribuiu para a derrota de vários candidatos, entre eles, o deputado Antônio Imbassahy. “O PSDB foi um desastre nacional, uma verdadeira âncora no nosso pé, inclusive no meu. Tive dificuldade enorme de alavancar o número 45 porque perdeu a credibilidade, a confiança e o respeito da população. Faço essa autocrítica antes mesmo do primeiro turno. Ou o PSDB se reinventa, coloca a sandália da humildade, PSDB diz que errou e o que pretende fazer ou  vai acabar”, disse o deputado eleito, em entrevista à Baiana FM, nesta terça-feira (11).

O vereador reiterou ainda que sua permanência e dos deputados Marcel Moraes e David Rios no partido atende o pedido do governador eleito de São Paulo, João Doria.”Entendo que o governador Doria  é o líder desse processo. Eu, o deputado Marcel Moraes e o deputado David Rios que estávamos satisfeitos com o partido, queremos até pensar em sair do partido. Ele pediu que ficasse e permanecesse, que teria um novo PSDB, com postura e lado”, afirmou.

Comentários

comentários