DPT confirma abuso sexual de padrasto contra criança de 7 anos

O laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT), finalizado na tarde desta quinta-feira (31), confirmou o estupro de vulnerável contra Walter de Jesus Santos, 7 anos. A criança foi encontrada morta no último dia 23 de janeiro, na cidade de Salinas da Margaridas, na região metropolitana de Salvador. Celso Pereira Bispo, de 42 anos, padrasto do menino, foi preso, confessou a morte e a ocultação de cadáver, mas negava o abuso sexual.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito mantinha um relacionamento amoroso com a mãe da vítima e alegou ter matado, porque não aceitava o fim do relacionamento. “Sabíamos dos indícios, mas precisávamos do laudo do DPT para indiciá-lo também por estupro de vulnerável, além de homicídio qualificado e ocultação de cadáver”, explicou o titular da Delegacia Territorial (DT) de Salinas da Margarida, delegado Artur Guimarães.

Comentários

comentários