Produtividade policial permanece em alta no sábado de Carnaval

Foto: Alberto Maraux

A ação rápida das forças de segurança e o apoio foliões têm contribuído para o aumento do número de pessoas  conduzidas aos postos policiais. Só no terceiro dia de festa foram levadas 772 pessoas dos três circuitos para averiguação, quase o dobro do ano passado, quando foran 396. Já o número de lesões corporais caiu de 19 para 16 e o de crimes contra o patrimônio se manteve estável, de 166 para 162 este ano.
Assim como nos demais dias, nenhum homicídio ou lesão corporal grave foi registrado. Uma desavença entre um homem e um grupo resultou em seis pessoas feridas. Joselito Guimarães de Sant’ana, 56 anos, integrante do Movimento dos Sem Teto, foi capturado, na madrugada deste domingo (3), após atingir cinco pessoas dentro de um prédio abandonado ocupado. Na confusão, outra pessoa ficou machucada. O caso aconteceu na Rua Arthur Neiva, na região da Barra, em frente ao Cristo.
Joselito, que possui várias  passagens pela polícia, tentou escapar, mas foi alcançado com um revólver calibre 38 e munições. As vítimas foram atingidas nas mãos, pernas e de raspão no ombro. O grupo foi socorrido e ninguém corre risco de morte.
“Chegamos na metade dos dias de festa com números estáveis ou em queda, em sua maioria. Continuamos com a guarda alta em relação aos grupos que vão às ruas com objetivo de furtar celulares. As equipes estão atentas a isso, mas ainda assim orientamos que as pessoas fiquem atentas à utilização dos smartphones nas multidões e sob qualquer suspeita, acione uma guarnição”, reforçou.

Comentários

comentários