Vândalos furtam 280 metros de cabos em passarela

Uma ação de vândalos degradou parte do esquema elétrico da passarela localizada no sentido Pernambués, no final da Paralela, na noite de ontem (10). De acordo com a Diretoria de Iluminação Pública (DSIP), foram roubados 280 metros de cabos na espessura de 16 mm e ainda 25 luminárias.

Esta é a terceira vez que a passarela sofre com ação de vândalos. De acordo com o Coordenador de Manutenção e Planejamento da DSIP, Igor Moreira, além de roubar itens do sistema elétrico e prejudicar a população que transita diariamente pela passarela, quando os vândalos não conseguem levar o material, danificam os itens.

“Para tentar inibir ações semelhantes, estamos implantando uma estrutura mais pesada com eletrodutos em material galvanizado e instalando luminárias mais resistentes que vão ficar fixadas de locais de difícil acesso”, pontuou. O gestor explicou ainda que outra medida adotada para tentar driblar os vândalos foi a substituição de cabos de cobre por alumínio, produto menos atrativo em caso de revenda.

Outras estruturas como as localizadas na Avenida Heitor Dias (Via Expressa) e no Parque das Bromélias também têm sofrido com furto de materiais elétricos constantemente. Já a estrutura localizada próxima à loja Madeireira Brotas já foi alvo de vândalos por sete vezes. A reposição de equipamentos e a manutenção na iluminação pública, necessárias por conta das ações de vândalos praticadas apenas no mês de janeiro deste ano, custou mais de R$ 18,1 mil aos cofres da Prefeitura.

Manutenção e reparos

Técnicos da Diretoria de Iluminação fazem vistorias em todas as passarelas da cidade e efetuam levantamento de materiais que tiveram algum dano ou foram furtados. Essa análise minuciosa garante que os reparos sejam feitos com brevidade a fim de não prejudicar a população. Além das passarelas, os profissionais também fazem inspeções de rotinas em camelódromos, espaços mais comuns no Centro da cidade.

Comentários

comentários