TAC sobre reajuste da tarifa de ônibus deve ser assinado nesta segunda

    Com informações do A Tarde

    O impasse quanto ao reajuste da tarifa de ônibus na capital caminha para uma solução na próxima segunda-feira (25). A avaliação é da promotora Rita Tourinho, que mediou, na tarde de ontem, mais uma reunião entre representantes da Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Salvador (Arsal), do consórcio Integra (Associação das Empresas de Transporte de Salvador) e da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), na sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA), em Nazaré.

    “A reunião teve avanços e, provavelmente, assinaremos um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no encontro que vamos realizar segunda-feira para os ajustes finais do acordo”, afirmou a promotora de Justiça sobre a reunião que acontecerá, às 14h, na sede do MP-BA, em Nazaré.

    Na reunião do último dia 13, a prefeitura apresentou uma proposta de TAC, onde consta a sugestão de reajuste para R$ 4, condicionado à renovação da frota. O TAC também estabelece que, ainda este ano, a Integra terá que investir em 250 ônibus com ar-condicionado, com um cronograma de renovação da frota. O sindicato patronal reivindica que o valor da tarifa suba para R$ 4,30.

    Os empresários alegam que perderam mais de 20 milhões de passageiros e um prejuízo de R$ 60 milhões desde a integração com o metrô.

    A pedido da prefeitura, a Arsal realizou uma auditora sobre a revisão tarifária do transporte público da capital baiana.

    Após oito meses de estudo, o trabalho aponta que o aumento na tarifa não deveria ultrapassar o valor de R$ 0,10.

    Comentários

    comentários