Estado prorroga inscrições do Partiu Estágio para reforço escolar

Foi prorrogado para o dia 25 de abril o prazo de inscrições para o segundo edital do Partiu Estágio, voltado ao reforço escolar na rede estadual de ensino. Especifico para universitários baianos que cursam licenciaturas em Letras Vernáculas, Matemática e Educação Física, o edital conta com 4.390 vagas, a serem distribuídas em todo o estado. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet.

Podem participar deste edital estudantes regularmente matriculados em cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas, bem como em graduações EAD com sede/pólo no estado. Alunos de cursos presenciais poderão concorrer a vagas ofertadas nas cidades onde residem ou estudam. Já estudantes de cursos EAD apenas poderão se candidatar a vagas alocadas na cidade onde moram. Ainda é necessário ter idade mínima de 16 anos e mais de 50% da graduação cursada.

O cadastro de cada candidato irá compor um banco, que terá validade de seis meses, do qual sairão convocações dos novos estagiários do Estado. Candidatos que estejam participando pela primeira vez devem estar atentos sobre o processo de inscrição. Inicialmente, é preciso acessar o site do Partiu Estágio e criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail válido. O sistema enviará automaticamente para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição. Quem já participou do Partiu Estágio durante período de um ano não poderá se inscrever novamente.

Sobre o programa 

Lançado em abril de 2017, o Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Do percentual de vagas ofertado em cada edital, 10% são direcionados para portadores de deficiência física, como o previsto pela Lei 11.788/2008. Até hoje, mais de 7,7 mil estudantes já foram contratados pelo programa.

Comentários

comentários