Festival de Dança de Candeias marca o fim de semana cultural

Foto: Divulgação

A primeira edição do Festival de Dança de Candeias, na Praça Dr. Gualberto Dantas Fontes foi realizada neste fim de semana (27 e 28). No sábado, o I Festival de Dança de Candeias começou com aulão de zumba, com a professora Gleice Passos, que agitou a galera com 1h30 de muito swing. Em seguida, foi a vez do espetáculo Quebra Nozes, com o fragmento “Fada Açucarada”, apresentado por Adriele dos Santos e Emanuel Oliveira, sob direção do Professor Adalton Reis.

O evento contou também com a aula show de forró, do grupo Gota Serena e oficina de Stiletto promovida pelo coreografo Elivan Nascimento. Após as oficinas o público conferiu a apresentação dos grupos A Máfia Dance e Magia Dance, da artista Arieli Batista, seguida pelo solo contemporâneo da artista Kassiane Bispo, com a obra Doce Sonho, encenando O pesadelo da criança.

A animação seguiu com a apresentação do grupo Fire Black, que tem um ano de atuação no município e direção dos artistas Juliano Lopes e Camila Brito. Logo após foi a vez da apresentação de Sauara Costa com o solo de dança contemporânea Sobre/a/carga, Herika Santos apresentou o solo de dança do ventre: Dois Extremos, Um Ser Divino. O espetáculo foi finalizado no sábado com o artista Joabe encenando “Virus Mental”.

De acordo com a secretária de Cultura e Turismo, o I Festival de Dança Candeias é resultado do comprometimento de todos com o avanço das ações culturais e artísticas do município. “Tivemos em nosso festival a apresentação do coreógrafos, Elivan Nascimento (que faz trabalhos para Daniela Mercury) e da dançarina  e coreografa, Luciana Costa (dançarina do Harmonia do Samba e Yvete Sangalo) de grande expressão no cenário baiano, que realizaram oficinas de stiletto e swing baiano, respectivamente para o público presente”, ressaltou.

Segundo dia

No domingo (28), o festival teve início no período da manhã, com uma roda de capoeira, seguido pela apresentação do Samba Chula João Coragem. A tarde começou com a oficina de Swing baiano, ministrada pela coreografa e dançarina (do Harmonia do Samba e Yvete Sangalo), Luciana Costa.

Após o agito do Swing baiano a praça foi tomada pela música eletrônica, com DJ Leal que deu um esquente no público para receber o grupo The Blacks, formado por três negros da periferia que apresentaram a sua arte em grande estilo. O festival contou também com a Batalha de dança, apresentação do grupo Lekan Dance, Banda percussiva Pérola Negra, encerrando o Festival de Dança de Candeias com Marve BigHead.

Para o prefeito Pitagoras Ibiapina, que esteve no festival, com ações como estas, o município avança numa gestão democrática e construída para todos os candeenses. “Em um evento como este a população em geral tem uma noção dos jovens talentos que existem na cidade que podem levar o nome de Candeias para o mundo. Este evento é voltado para toda a população com apresentações de capoeira, samba chula, swing baiano, arrocha e outros ritmos”, destacou o prefeito.

O festival tem como objetivo estimular a cultura da dança artística e de rua do município e apoiar a inserção de jovens e adultos nos diversos meios artísticos da sociedade, além de proporcionar lazer e interação para toda a população.

Comentários

comentários