Câmara Municipal de Salvador criará medalha Irmã Dulce

Com informações do Metro1

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (14), através do canal oficial de comunicação “Vatican News”, que reconhece um segundo milagre atribuído à Irmã Dulce e, com isso, ela será proclamada Santa. De acordo com a Arquidiocese de Salvador, o novo sinal milagroso tem relação com uma pessoa que dormiu cega e acordou enxergando.

Irmã Dulce será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada. Com a canonização ela será chamada de Santa Dulce dos Pobres, em reconhecimentos às obras de caridade e de assistência prestadas aos menos favorecidos e necessitados.

Em homenagem ao trabalho desenvolvido pelo “O Anjo bom da Bahia” – como era conhecida Irmã Dulce -, o vereador de Salvador, Joceval Rodrigues (Cidadania), deu entrada no Projeto de Resolução que cria uma honraria na Câmara Municipal com o nome da santa.  Segundo o parlamentar, a Medalha Irmã Dulce será concedida às pessoas físicas, empresas ou instituições do terceiro setor com reconhecido trabalho desenvolvido na área social da capital baiana.

“Não haveria outra pessoa para dar nome a essa condecoração senão o da Irmã Dulce. Inegavelmente, ela desenvolveu um enorme e relevante trabalho em prol dos mais precisados de Salvador. Hoje, essa baiana foi reconhecida mundialmente pelas obras que promoveu e nossa Casa Legislativa tem a honra de prestar essa homenagem a essa mulher que foi e ainda é referência para todos nós na área de obras sociais”, justificou Rodrigues.

A matéria segue para apreciação dos pares na Câmara Municipal e entrará em vigor na data da publicação no Diário Oficial.

Comentários

comentários