Claudia Leitte é condenada a pagar R$ 382 mil por direitos trabalhistas a ex-guitarrista

Com informações do M1 ( Foto: Reprodução)

0

a cantora Claudia Leitte e a produtora que gerencia sua carreira, a Ciel Empreendimentos, terão que pagar R$ R$ 382.668,7 por direitos trabalhistas a um ex-guitarrista que trabalhou com ela durante cinco anos.

O processo não cabe mais recursos. A informação foi divulgada nesta terça-feira (28) pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA). A cantora havia recorrido da decisão, alegando que o músico não tinha contrato de exclusividade com ela, e, que, somente prestava serviços como guitarrista. O TRT5-BA, porém, decidiu manter a decisão.

Conforme informações do portal G1, a partir de depoimentos de testemunhas, o juiz Adriano Bezzera Costa, da 1ª Vara do Trabalho de Salvador, confirmou que o músico, que não quis ser identificado, trabalhou para a cantora. Ele participava em média de onze shows por mês. O músico recebia R$ 800 por show de 2010 a 2011, R$ 1 mil de 2012 a 2013 e R$ 1,2 mil em 2014. Durante o caranaval, os valores de cachês eram triplicados.

Com a decisão judicial, a empresa de Claudia Leitte terá que fazer o registro do emprego na carteira de trabalho, pagar aviso-prévio, férias, 13º salário, multa de 40% do FGTS e seguro-desemprego. A Justiça, no entanto, negou pedidos de dano moral e horas extras.

 

Comentários

comentários