Em entrevista, Lídice defende a extinção de escolas privadas

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

0

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) declarou em entrevista ao programa Baiana Livre desta sexta-feira (16), com Carlos Alberto e Cristóvão Rodrigues, ser favorável à extinção das escolas privadas. A senadora acredita que a obrigatoriedade do ensino fundamental público é uma alternativa para melhorar a qualidade do ensino público do país.

“Hoje você tem quase uma inversão. Escola pública deveria ser obrigatória no primeiro grau, na educação fundamental e deveria ser proibido escolas particulares”, declara.

Para Lídice, ainda existe uma desigualdade social entre os candidatos à concorrer uma vaga na universidade. Segundo ela, o número de estudantes com acesso a universidade ainda é baixo.

“O que nós temos hoje nas escolas privadas são crianças e jovens que fazem parte de uma bolha, são poucos negros e pobres quase inexistentes. Aqueles meninos vão sendo formado entre os iguais, mas não são formados para o exercício da profissão, do ensino superior. A escola pública é a porta da cidadania”, relata.

Durante a entrevista, a senadora disse que defende a existência de cotas para afrodescendentes e estudantes de baixa renda, como inclusão nas universidades federais e estaduais. “Maior parte dos negros são pobres. O impacto de chegar a universidade é que faz essa igualdade. Os meninos vem das escolas privadas e tomam um choque de realidade. Infelizmente não temos mais as escolas públicas de referência, que davam acesso a universidade”, finaliza.

Comentários

comentários