Fernando Miguel e Kanu treinam entre titulares e devem iniciar partida

Com informações do A Tarde ( Foto: Reprodução)

0

Não demorou muito para que o treinador Vagner Mancini começasse a esboçar o time titular que vai enfrentar o Vasco no Maracanã, domingo, 5, às 18h (hora da Bahia).

E nos trabalhos desta quarta-feira, 1º, na Toca do Leão, o treinador promoveu o retorno de peças importantes do elenco, que estavam de fora nos últimos jogos: o goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Kanu.

á são sete partidas em que os dois não atuam juntos por conta de machucados. O primeiro a sofrer lesão foi o arqueiro, que teve uma inflamação na planta do pé.

Já o zagueiro sentiu o joelho novamente na partida seguinte, e, mesmo sendo banco no empate com o Atlético-GO, no último domingo, não chegou a entrar em campo.

A expectativa é que, com o retorno dos dois, a equipe possa voltar a “encaixar” a defesa, que vem sofrendo bastante nas últimas rodadas – já são cinco jogos sem vencer e um total de 48 gols tomados.

Nas últimas entrevistas, Mancini disse que promoveria mudanças na equipe, que não tem conseguido render.

Para o meia Yago, apesar da doação em campo por parte dos jogadores, a mudança na equipe pode ser importante para trazer resultados.

“Quem entrou nos últimos jogos tem dado seu máximo. Independentemente de quem entrar, tem que dar o seu melhor. Mancini deixa claro que todos são importantes, todos têm que estar focados, senão a coisa não anda. E a gente tem que abraçar. Quem jogar vai ser abraçado pela equipe”, garantiu o jogador.

E uma defesa bem postada é importante para que o Vitória consiga aplicar, contra o Vasco, uma de suas principais armas como visitante: o contra-golpe.

“Essa é uma das principais armas [contra-ataque], principalmente jogando fora. Espero que, nesse jogo, a gente consiga fazer nosso melhor, porque precisamos da vitória”, acrescentou.

Retornos demorados

Coincidência ou não, o declínio de rendimento do Vitória começou quando Kanu e Fernando Miguel se machucaram.

Há seis rodadas, o Rubro-Negro ocupava a 11ª colocação na tabela, sua melhor posição no Brasileirão. Desde então, foram três derrotas e dois empates.

Mas não é raro no Vitória jogadores importantes ficarem de fora por questões médicas: além de Fernando Miguel e Kanu, que não entraram em campo em sete e seis jogos, respectivamente, o departamento médico do Rubro-Negro ainda conta com um atleta de referência e que ainda não tem prazo de retorno: o volante Willian Farias.

Há duas semanas, o Vitória afirma que Farias teve uma recaída na lesão do joelho e que o tratamento precisou ser recomeçado. Ele não joga desde o início de julho.

Além dele, o atacante Junior Todinho se recupera de uma cirurgia na face e o lateral-direito Caíque Sá está fora por uma entorse no tornozelo. Recentemente, Juninho, José Welison e Kieza voltaram do departamento médico.

Comentários

comentários