Geddel, Funaro e Saud trocam provocações na cadeia, diz coluna

Com informações do Bahia.BA ( Foto: Reprodução)

0
DF - GEDDEL VIEIRA LIMA/MARCELO CALERO/LÍDERES - POLÍTICA - O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, recebe apoio de líderes da base governista na Câmara, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira, 22. Um grupo de 17 parlamentares composto por líderes e outros deputados entregou nesta terça-feira, 22, um manifesto em apoio a Geddel Vieira Lima. O documento foi entregue pelo líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), que reconheceu o esforço e a importância do trabalho desenvolvido pelo político que foi acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. 22/11/2016 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), o doleiro Lúcio Funaro e o executivo da JBS, Ricardo Saud, têm trocado provocações no presídio da Papuda, em Brasília, onde estão presos, segundo a Coluna do Estadão.

De acordo com a publicação, Funaro aguarda o fim do banho de sol e antes de voltar para a cela manda aos gritos recado para Saud, preso do outro lado: “Saud, vou te matar”, aterroriza o delator que o entregou.

Do seu lado “do muro”, Geddel faz coro: “Saud, também vou te matar”. Saud devolve as provocações, mas só para Geddel. “Cala boca, seu gordo!”. Os três estão separados e não se encontram no banho de sol para evitar que cumpram a promessa.

Comentários

comentários