Quarenta funcionários dos gabinetes de deputados presidiários são exonerados

Com informações do BN ( Foto: Reprodução)

0

A Câmara dos Deputados exonerou 40 funcionários de gabinetes de deputados federais presidiários.

De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, 15 assessores do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) foram desligados. Do deputado Celso Jacob (PMDB-RJ), foram 25.

A medida é parte da decisão da Casa por suspender salários e outros auxílios dos dois parlamentares atualmente presos na penitenciária da Papuda, em Brasília, e afastados do exercício dos mandatos.

Comentários

comentários