Milhares de fieis seguem em direção a Colina Sagrada na Lavagem do Bonfim

A tradicional celebração ecumênica que precede o cortejo de fieis do Senhor do Bonfim rumo à Colina Sagrada deu início na manhã desta quinta-feira (15), a 261ª edição da Lavagem do Bonfim. A cerimônia foi realizada na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio com a participação dos representantes da Federação Espírita da Bahia, Igreja Batista, Federação do Culto Afro Brasileiro, Hinduísmo e Organização Brahma Kumaris.

Diversas autoridades políticas acompanham o cortejo que este  ano deve reunir mais de um milhão de pessoas, segundo expectativa da prefeitura. O governador Rui Costa (PT) cancelou sua participação na Lavagem do Bonfim em decorrência de uma traqueobronquite.

Após a celebração da Igreja, cerca de 50 baianas vestidas com trajes característicos puxam o cortejo de oito quilômetros em direção a Colina Sagrada na Lavagem do Bonfim. O padre Edson receberá os fiéis para a bênção da água. “Queremos que a Festa do Senhor do Bonfim possa marcar a cidade, tanto espiritualmente como enquanto acontecimento de expressão da fé do povo”, afirmou padre Edson Menezes, reitor da Basílica do Bonfim.

1421322521IMG_20150115_082753

Quando chegar à Colina Sagrada, o cortejo das baianas iniciará a lavagem do adro da igreja.  Até o fim do ritual, a basílica ficará fechada, mas a imagem do Senhor do Bonfim permanecerá visível aos devotos. Segundo o governo do estado, cerca de 1.700 policiais militares irão fazer o trabalho de segurança ostensiva e em caráter investigativo na lavagem. A Prefeitura de Salvador informou que 300 guardas municipais irão atuar no cortejo, auxiliando no trabalho de segurança e na organização da festa. O esquema de trânsito e transporte terá mudanças importantes. A novidade fica por conta do metrô, que irá funcionar gratuitamente, das 8h às 20h.

Com informações do A Tarde e Correio/ Fotos: Mateus Pereira-GOVBA

Comentários

comentários