Na Rússia, Vladimir Putin aprova lei que pode mantê-lo no poder até 2036

Reprodução: Metro 1

Uma nova lei vai permitir que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, concorra a mais dois mandatos depois do fim de sua atual gestão, em 2024. A sanção, assinada pelo próprio Putin, foi publicada em um site do governo na tarde de hoje (5).

Com a mudança, Putin pode permanecer no poder até 2036, caso ele decida fazê-lo e ganhe a reeleição. A possibilidade surgiu depois de mudanças radicais na Constituição russa, introduzidas no ano passado.

Aos  68 anos, o agora presidente é um ex-agente da KGB, antigo serviço de inteligência soviético, e está no poder no país há mais de 20 anos. Inicialmente, foi presidente durante dois mandatos consecutivos de quatro anos. Ao fim desse período, Dmitry Medvedev, seu aliado, assumiu a presidência, enquanto o próprio Putin serviu como primeiro-ministro. Putin foi eleito pela terceira vez em 2012 e, pela quarta, em 2018.

Comentários

comentários