Rui se reúne com Conselho Político e pode definir chapa nesta segunda

Com informações do Bahia. BA ( Foto: Reprodução)

O governador Rui Costa (PT) prometeu dar fim ao mistério antes do São João, mas voltou a adiar a divulgação da chapa eleitoral que vai concorrer com ele às eleições de outubro. O petista marcou para a tarde desta segunda-feira (25) uma reunião no Hotel Matiz, no bairro do Stiep, em Salvador, com o Conselho Político de sua base eleitoral para apresentar o planejamento.

O político tem enfrentado desgastes públicos e de bastidores para minimizar os impactos pela escolha do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia Angelo Coronel (PSD) para a segunda vaga ao Senado, já que a primeira é cativa e pertence ao ex-governador Jaques Wagner (PT).

O PSB, de Lídice da Mata, e o PCdoB, aliados históricos do Partido dos Trabalhadores no estado, exigem tratamento à altura, mas, segundo informações de aliados, já foram comunicados da decisão desfavorável e batalham, entre si, pela suplência de Wagner, que, caso eleito, poderia ser indicado para uma secretaria de Estado e, consequentemente, abriria espaço para o substituto.

A tendência é que o PSB ocupe a suplência de Wagner com o deputado federal Bebeto Galvão. Já a suplência de Coronel deve ficar com Davidson Magalhães (PCdoB), já que Daniel Almeida, Alice Portugal e o ex-prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho, não abrem mão de disputar uma vaga na Câmara Federal. Já Lídice pode lançar uma candidatura avulsa ao Senado (opção menos provável) ou lutar por uma cadeira na Câmara dos Deputados.

O presidente estadual do PSD, o senador Otto Alencar, padrinho político de Ângelo Coronel, afirmou que o PSB, de Lídice, não tinha “legitimidade” para pleitear uma vaga na majoritária, já que a senadora não apoiou Rui nas eleições de 2014, quando foi candidata a governadora e acabou sendo derrotada pelo petista.

Comentários

comentários