Codesal condena 940 imóveis na capital

Com informações do A Tarde

Os efeitos do período de chuva na capital baiana chamaram a atenção pelos números alarmantes registrados nos primeiros meses do ano. Dados considerados como alerta são os altos índices de imóveis condenados. Até o último dia 28 de junho, 940 imóveis haviam sido condenados em decorrência de deslizamentos de terra.

Após o registro do deslizamento ou desabamento, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) disponibiliza técnicos para realizar avaliação do imóvel ou região com o propósito de verificar a consequência do risco oferecido aos moradores. De acordo com o órgão, entre os dias 1º de janeiro e 12 de julho, 425 imóveis haviam sido condenados e demolidos.

A situação dos imóveis condenados, na maioria das vezes em bairros periféricos, tem deixado alguns moradores sem saber como agir. Nos primeiros dias, muitos procuram casas de aluguel ou optam por morar em casas de familiares. Além disso, o auxílio-moradia oferecido pela prefeitura, que tem o valor questionado pelos beneficiados.

Operação Chuva

De acordo com Codesal, na Operação Chuva deste ano, foi observado uma média de 639,7 mm de chuvas, índice médio 11% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

Neste intervalo, cerca de 5 mil vistorias foram realizadas e 154 mil metros quadrados de lona foram aplicados em cerca de mil localidades. Além de cerca de 50 contenções e 112 geomantas, dentre as quais 88 já foram concluídas e 24 estão em andamento.

Comentários

comentários