Casos de Hanseníase ultrapassam total registrado em 2017 em Eunápolis

Com informações do Metro1 ( Foto: Reprodução)

Na cidade de Eunápolis, no extremo sul baiano, o número de pessoas infectadas pela hanseníase, doença conhecida como lepra, chegou a 49 até o momento, maior do que o registrado em 2017, quando 40 casos foram identificados.

A enfermidade contagiosa é transmitida por meio de gotículas de tosse e espirro de pessoas que já estão infectadas. Ou seja, quem mantêm contato próximo ao paciente também devem fazer o tratamento de prevenção.

A hanseníase é tratada com antibióticos, que devem ser usados por um ano. De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, o público-alvo da campanha de combate à doença são homens com mais de 60 anos.

Comentários

comentários