Geddel vendeu aeronave de R$ 700 mil para grupo J&F

0
DF - GEDDEL VIEIRA LIMA/MARCELO CALERO/LÍDERES - POLÍTICA - O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, recebe apoio de líderes da base governista na Câmara, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira, 22. Um grupo de 17 parlamentares composto por líderes e outros deputados entregou nesta terça-feira, 22, um manifesto em apoio a Geddel Vieira Lima. O documento foi entregue pelo líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), que reconheceu o esforço e a importância do trabalho desenvolvido pelo político que foi acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. 22/11/2016 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Preso na Papuda desde setembro, o ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), vendeu, em 2012, uma aeronave de R$ 700 mil para a J&F, holding que reúne negócios de Joesley e Wesley Batista e controla a JBS.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o negócio foi realizado no período em que o peemedebista ocupava a vice-presidência de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal e era responsável por liberar empréstimos para empresas, entre elas, as companhias da J&F.

Segundo investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, o ex-ministro atuou na liberação de empréstimos, em troca de propina, entre 2011 e 2013, e teria beneficiado empresas como a JBS.

A aeronave vendida por Geddel à J&F é uma Piper Seneca prefixo PT-WNP, declarada entre os bens do político nas eleições de 2006 e 2010.

A venda do avião não é a única ligação entre Geddel e J&F. Ele é dono de fazendas na região de Itapetinga, no interior baiano, e vende gado para a JBS, que tem um frigorífico na cidade.

Comentários

comentários