Mais forte junto a Temer, Imbassahy fica no governo mesmo que PSDB saia

Com informações do Política Livre

0

A bancada baiana – da oposição ao governo – curvou-se à competência com que o ministro Antônio Imbassahy (secretaria de Governo) conduziu as articulações que resultaram na vitória do presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara, na última quarta-feira. Antes da votação, ele era alvo de várias críticas, especialmente dos baianos que integram a base do presidente. Para a maioria, é sinal de que, mesmo com o PSDB dividido e sob a maior crise de comando de sua história, Imbassahy fica ao lado de Temer, ainda que o partido desembarque do governo, hipótese considerada agora mais remota, depois da rejeição da denúncia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro contra o presidente da República. Neste caso, o baiano ficaria no governo na cota pessoal do presidente, comenta-se em Brasília.

Comentários

comentários