Em crise, Salvador recebe apenas 9% das vacinas CoronaVac para segundas doses

Em meio à crise da segunda dose, Salvador recebeu um total de 3,3 mil doses da CoronaVac, vacina contra o coronavírus produzida pelo Instituto Butantan. Essa quantidade equivale a apenas 9,25% das doses necessárias para concluir a imunização das 36 mil pessoas restantes.

Já a remessa destinada a Salvador da vacina de Oxford/AstraZeneza conta com um total de 69,9 mil doses. Além disso, deve receber mais uma parte do lote de 1 milhão de doses do imunizante da Pfizer desembarcados nesta quinta (29) no Brasil.

Na última terça (27), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) havia alertado para o iminente esgotamento dos imunizantes produzidos pelo Instituto Butantan. Por conta da escassez ainda existente devido à pouca quantidade de doses recebidas nesta sexta (30), a vacinação contra o coronavírus com a segunda dose em Salvador continua acontecendo apenas para as pessoas que fizeram o agendamento pelo site Hora Marcada para o dia 30 de abril.

Metropole

Comentários

comentários