Presidente da Câmara de Feira solicita afastamento do prefeito Colbert Martins

O presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, Fernando Torres (PSD), afirmou que irá solicitar o afastamento do prefeito da cidade, Colbert Martins (MDB), em 90 dias, após a realização da Operação “No Service”, da Polícia Federal, que resultou no afastamento de dois secretários municipais.

Em entrevista coletiva, Torres disse que fará a solicitação junto à CPI da Saúde para que o pedido seja feito à Justiça.

É um caso grave, gravíssimo, que está acontecendo na Saúde de Feira de Santana. Um secretário que simula a venda de um hospital que vale R$ 17 milhões por R$ 17 mil, isso é gravíssimo, isso era para estar todos presos, era para prender todos, sem exceção de nenhum, até o que comprou o hospital”, afirmou.

POLÍTICA

Vídeo: Presidente da Câmara de Feira solicita afastamento do prefeito Colbert Martins

Foto: Reprodução Redes Sociais

Afastamento do prefeito seria para não ter interferências nas investigações da operação

Publicado em 05/08/2022, às 15h14    Foto: Reprodução Redes Sociais    Redação BNews

O presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, Fernando Torres (PSD), afirmou que irá solicitar o afastamento do prefeito da cidade, Colbert Martins (MDB), em 90 dias, após a realização da Operação “No Service”, da Polícia Federal, que resultou no afastamento de dois secretários municipais.

Em entrevista coletiva, Torres disse que fará a solicitação junto à CPI da Saúde para que o pedido seja feito à Justiça.

Reprodução/Google Maps
TRÂNSITOTrânsito permanecerá interditado em trecho da Rua Lucaia, no Rio Vermelho

ILUSTRATIVA
CâncerIdoso sobrevive após retirar câncer de quase dez quilos do estômago

“É um caso grave, gravíssimo, que está acontecendo na Saúde de Feira de Santana. Um secretário que simula a venda de um hospital que vale R$ 17 milhões por R$ 17 mil, isso é gravíssimo, isso era para estar todos presos, era para prender todos, sem exceção de nenhum, até o que comprou o hospital”, afirmou.

Torres ainda reforçou que o pedido pelo afastamento do chefe do executivo se dará para que as investigações não sejam atrapalhadas.

OPERAÇÃO NO SERVICE

A Operação No Service foi deflagrada na última quinta-feira (4), para investigar irregularidades na contratação de empresa do, naquele momento, atual secretário de Saúde de Feira de Santana, Marcelo Britto, para realizar consultoria em UPAs do município, por valores superfaturados.

A operação cumpre sete mandados de busca em apreensão nas cidades de Feira de Santana, Salvador e São Paulo, e dois mandados de afastamento de dois secretários, Marcelo Britto (Saúde) e Denilton Brito (Governo).

 

Bnews

Comentários

comentários