Carnaval terá testes rápidos contra dengue, zika e chikungunya

Pela primeira vez durante o Carnaval de Salvador, os 10 módulos assistenciais da saúde instalados nos circuitos oficiais da folia disponibilizarão testes rápidos para diagnóstico das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). Os exames, que obtém o resultado em até 15 minutos, serão aplicados em pessoas que derem entrada nas unidades com sintomas suspeitos para os agravos.

Os pacientes com diagnóstico positivo iniciarão o tratamento no próprio circuito da festa e, caso haja necessidade, serão encaminhados para rede hospitalar de retaguarda para internamento. As equipes do Centro de Controle de Zoonoses também serão acionadas para realização do bloqueio vetorial no entorno da localidade de residência do paciente acometido por uma das patologias.

“Esta iniciativa contribuirá para o diagnóstico rápido de indivíduos sintomáticos durante o Carnaval e garantirá um tratamento mais eficaz desses pacientes. Possibilitará ainda que os agentes de combate às endemias possam realizar as medidas de contingência de imediato com a eliminação dos mosquitos Aedes nas localidades onde possivelmente o paciente foi infectado, reduzindo a possibilidade de surtos de arboviroses no período da folia”, destacou Olivette Borba, coordenadora do Laboratório Central.

Prevenção de infarto

Outra medida pioneira que será adotada na festa momesca desse ano será a incorporação da dosagem de troponina nos módulos do Carnaval. O teste de alta sensibilidade é capaz de detectar os pacientes com riscos eminentes de infarto agudo de miocárdio (IAM), o que representa agilidade no tratamento adequado.

“O diagnóstico rápido do infarto é fundamental para que as medidas de assistência ao paciente possam ser tomadas em tempo hábil. Com exame, vamos ter mais um importante dispositivo que auxiliará nossas equipes na prestação do socorro eficaz e, consequentemente, no salvamento de vidas”, finalizou Olivette Borba.

Comentários

comentários