PF deflagra operação contra sonegação de documentos judiciais em Ilhéus

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (12), uma operação que investiga documentos e elementos informativos, como autos de processos (ações penais), que não foram restituídos por um(a) advogado(a) intimado(a) judicialmente. Nela, há dois mandados de busca e apreensão a serem cumpridos.

A Operação Restituir tem mandados na casa da pessoa suspeita e em um Cartório de Registro Civil, onde o alvo trabalha. Eles foram expedidos pela Vara Única da Justiça Federal em Ilhéus (Ba).

O suspeito será responsabilizado pelo crime contra a administração da Justiça, pela sonegação de objeto de valor probatório (retenção de autos). A pena é de detenção, de seis meses a três anos, e multa.

Reprodução: Metro 1

Comentários

comentários