Candeias: Primeira morte por dengue é confirmada no município

    A primeira morte por dengue neste ano foi confirmada em Candeias, na região metropolitana de Salvador. A informação foi divulgada nesta terça-feira (12), pela Vigilância Epidemiológica do Município, órgão vinculado à Secretaria de Saúde. Segundo o boletim, um caso está sendo investigado e um foi descartado.

    Segundo a Vigilância Epidemiológica, o município apresenta alto índice de infestação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, com índice Geral de Infestação de 3.5, sendo que o aceitável é 1.0. Conforme o boletim, os bairros no Centro, Dom Avelar, Malembá, Santo Antônio, São Francisco e Urbis I tem apresentado maiores índices de infestação do mosquito no município.

    Em nota, a Prefeitura de Candeias informou “que está atuando no combate ao mosquito Aedes Aegypti e salienta que foram feitos os procedimentos necessários na localidade onde houve o óbito”. O órgão reforça que o apoio dos moradores é fundamental para o combate a proliferação do mosquito e pede a colaboração para o “cumprimento do serviço dos agentes na vistoria, tratamento, eliminação do foco e orientação, além de contribuir com o trabalho dos agentes no combate ao mosquito, realizando vistorias constantes nos vasos de plantas, calhas, águas paradas, entre outros locais, em seu domicílio e local de trabalho”.

    Bahia

    No último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), do dia 1º até o dia 18 de janeiro, o número de casos de dengue na Bahia cresceu 94,1%, com 400 casos notificados da doença em 55 municípios.

    Comentários

    comentários